Adeptus Minor

A Grande Obra, para o Adeptus Minor, é definida como “atingir o conhecimento e conversação do Santo Anjo Guardião”.

Admissão como Adeptus Minor

O Dominus Liminis avançará para o Grau de Adeptus Minor a qualquer momento que a autoridade o conferir. […] Quando finalmente ele atingir o grau de Adeptus Minor, que ele se faça humilde excedentemente. (Liber Collegii Sancti)

Trabalho do Adeptus Minor

Adeptus Minor Externo

Adeptus Minor (externo). Espera-se que realize a Grande Obra e alcance o Conhecimento e Conversação do Santo Anjo Guardião. (Uma Estrela à Vista)

Adeptus Minor Interno

Adeptus Minor (interno) É admitido à prática da fórmula da Rosa Cruz ao ingressar no Colégio do Espírito Santo. Ele deve ser um mestre do Dhyāna. (Uma Estrela à Vista)

O Grau de Adeptus Minor é o tema principal das instruções da A∴A∴. Ele é caracterizado pela Consecução do Conhecimento e Conversação do Santo Anjo Guardião. (Consulte no The Equinox: The Temple of Solomon the King; The Vision and the Voice, 8º Æthyr; também Liber Samekh, etc., etc.). Este é o trabalho essencial de todo homem; nenhum outro se equipara a ele, seja para o progresso pessoal ou para o poder de ajudar seus próximos. Sem ter alcançado isso, o homem não é mais que o mais infeliz e mais cego dos animais. Ele está consciente de sua própria calamidade incompreensível e é desajeitadamente incapaz de repará-la. Alcançando isso, ele não é nada menos que o coerdeiro dos deuses, um Senhor da Luz. Ele está consciente de seu próprio curso consagrado, e está confidentemente pronto para percorrê-lo. O Adeptus Minor precisa de pouco auxílio ou direção até mesmo de seus superiores na nossa Ordem.

Seu trabalho é manifestar a Beleza da Ordem no mundo, da maneira que os seus superiores recomendam, e seu gênio dita. (Uma Estrela à Vista)

[…] eu comecei a coligir e dirigir meus pensamentos; gentilmente, sutilmente, persistentemente, voltando-os todos à questão de retiro e comunhão com aquilo que eu convencionei chamar o Santo Anjo Guardião, cuja Conversação e Conhecimento eu tenho querido, e em maior ou menor medida tenho usufruído, há Dez Anos. […] Mas eu realmente peço um Conhecimento e Conversação do Santo Anjo Guardião que não tenha depois de ser inferido mais dos bons resultados em minha vida e obra; eu quero o Perfume e a Visão […] Eu quero aquela definida experiência, na mesma forma em que Abramelin a teve; e o que é mais, eu tenciono continuar até conseguí-la. (João São João)

Avanço para Adeptus Major

Ele deve realizar duas tarefas para atingir o Grau de Adeptus Major; o equilíbrio de si mesmo, especialmente quanto às suas paixões, de modo que ele não tenha preferência por qualquer curso de conduta sobre outro; e o cumprimento de toda ação por seu complemento, de modo que o quer que ele faça o deixe sem tentação de desviar-se do caminho de sua Verdadeira Vontade.

Em segundo lugar, ele deve manter silêncio enquanto prega seu corpo à árvore de sua vontade criativa, na forma daquela Vontade, deixando que sua cabeça e braços formem o símbolo da Luz, como que para jurar que todos os seus pensamentos, palavras ou ações devem expressar a Luz derivada do Deus com o qual ele identificou sua vida, seu amor e sua liberdade – simbolizados pelo seu coração, seu falo, e suas pernas. É impossível estabelecer regras precisas pelas quais um homem pode alcançar o Conhecimento e Conversação de Seu Santo Anjo Guardião; pois este é o segredo particular de cada um de nós; um segredo que não é para ser contado ou mesmo adivinhado por qualquer outro, seja qual for seu grau. É o Santo dos Santos, do qual cada homem é seu próprio Alto Sacerdote, e ninguém conhece o Nome do Deus de seu irmão, ou o Rito que O invoca. (Uma Estrela à Vista)